top of page
  • Foto do escritorCliniprev

Outubro Rosa: por que a prevenção e o diagnóstico precoce são tão importantes?

O mês de outubro chegou e você provavelmente viu algumas campanhas pelas ruas ou pela internet que levam um laço rosa como símbolo. Você sabe o motivo e porque essa campanha é tão importante? Criada em 1990 pela Fundação Susan G. Komenfor the Cure, a campanha do Outubro Rosa visa alertar a população sobre a importância do diagnóstico precoce e os perigos do câncer de mama.


Médica com fita rosa, símbolo do Outubro Rosa.

Apesar de ser uma doença grave, conhecida por ser um dos tipos que mais afeta mulheres no mundo todo, quando diagnosticado precocementeo câncer de mama tem até 95% de chances de cura e o primeiro alerta pode partir principalmente da observação, com o autoexame.


Lei Federal pelo cuidado


Embora o Brasil tenha participado pela primeira vez da campanha em 2002, foi só em 2018 que ela ganhou um tom mais sério, inclusive no senado. A Lei nº 13.733 instituiu o mês de conscientização sobre o câncer de mama – Outubro Rosa, período em que devem ser desenvolvidas as seguintes atividades:


I – Iluminação de prédios públicos com luzes de cor rosa; II – Promoção de palestras, eventos e atividades educativas; III – Veiculação de campanhas de mídia e disponibilização à população de informações em banners, folders e em outros materiais ilustrativos e exemplificativos sobre a prevenção ao câncer, que contemplem a generalidade do tema;

IV – Realização de atos lícitos e úteis para a consecução dos objetivos da campanha.

Além disso, o INCA (instituto Nacional de Câncer) participa ativamente na divulgação do tema, promovendo eventos técnicos, palestras sobre o assunto e principalmente ações de conscientização.

Só no Brasil surgiram mais de 66 mil novos casos de câncer de mama no ano passado, por isso o cuidado é tão importante.

O que é o câncer de mama?


Esse tipo de câncer se caracteriza pela multiplicação desordenada das células da mama, formando um tumor que pode ter potencial para também afetar outros órgãos. A rapidez que esses tumores se desenvolvem podem variar, geralmente o corpo costuma reagir positivamente ao tratamento.

A melhor forma de identificar a doença é a partir do autoexame, que pode ser feito no conforto da sua casa e também a partir da mamografia, nesse último caso recomendamos para pacientes com mais de 40 anos ou com histórico familiar.

Prevenção, exames e tratamentos

De acordo com especialistas, grande parte dos casos de câncer de mama poderiam ser evitados se os pacientes adotassem um estilo de vida mais saudável, que envolvem ações como: alimentação balanceada, prática de exercícios físicos, visita frequente ao médico, eliminação de vícios, entre outras questões. Os itens acima parecem comuns, não é mesmo? Mas, precisamos ressaltar quais são os principais agravantes da doença para que a população tenha noção da gravidade. São eles:


  • Uso prolongado de métodos contraceptivos orais;

  • Menstruação precoce e menopausa tardia;

  • Sobrepeso após a menopausa;

  • Alimentação rica em gordura e carboidratos;

  • Tabagismo e alcoolismo;

  • Fatores genéticos e familiares.


Autoexame

Esse é o primeiro marco para um possível diagnóstico, você pode realizar o autoexame em casa, em frente ao espelho, ele é muito simples:


Passo a passo para o autoexame de prevenção ao Câncer de Mama. 1°Levante o braço e coloque-o na nuca. 2° Examine primeiro a mama direita e depois a esquerda. 3° Faça movimentos circulares, com uma pressão leve. 4° Observe a textura, surgimento de pintas ou sardas, se existem caroços ou possíveis inflamações. Dedique pelo menos 5 minutos todos os meses para essa ação de autocuidado.

Onde buscar tratamento?

Por ser muito comum na população feminina, o SUS (Sistema Único de Saúde) disponibiliza atendimento acessível para a doença. É possível fazer atendimento preventivo, exames mais detalhados e caso o diagnóstico seja positivo, você também encontrará ajuda gratuita.

Além disso, também é possível agendar uma consulta com um especialista da Cliniprev. O médico irá atender você, esclarecer todas as suas dúvidas e poderá fazer o acompanhamento, caso seja necessário.

Câncer de mama em homens


Apesar de ser pouco falado, os homens também podem ser acometidos por essa doença, de acordo com a Sociedade Brasileira de Mastologia, os casos são raros e acontecem com cerca de 1% da população masculina. Os sintomas são os mesmos e a recomendação é que homens que possuem histórico familiar de câncer de mama ou de ovário façam exames e consultas de rotina.

No caso do câncer de mama nos homens, duas questões podem ser comuns. A falta de conhecimento sobre o tema, levando muitos a acreditarem que essa é uma doença que acontece apenas com mulheres, e as questões psicológicas, que dão a entender que qualquer alteração mamária pode ser sinônimo de vergonha.

Nós queremos te ajudar.


O fato é que o câncer de mama é uma doença séria que pode acontecer em qualquer fase da vida, sendo assim, o autoexame e a mamografia são extremamente importantes. Lembramos que, quando diagnosticado precocemente, o câncer de mama tem grandes chances cura. Você só precisa dedicar um tempo para você!

Agende o seu atendimento na Cliniprev, tire suas dúvidas e faça seus exames de rotina.




Comments


bottom of page