top of page
  • Foto do escritorCliniprev

Novembro Azul: O que você precisa saber sobre o Câncer de Próstata

Novembro Azul é uma campanha internacional que tem como objetivo conscientizar os homens sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata. Esse é o tipo de câncer mais comum entre os homens, e o segundo mais mortal, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma. Neste artigo, abordaremos os principais fatores de risco associados ao desenvolvimento do câncer de próstata, a importância da detecção precoce e as medidas preventivas que podem ser adotadas.


Médico segurando uma fitinha azul em referência ao novembro azul

O que é o câncer de próstata?


O câncer de próstata é um tipo de câncer que se desenvolve na próstata, uma glândula do tamanho de uma noz localizada abaixo da bexiga e à frente do reto. A próstata produz parte do líquido seminal, que ajuda a transportar os espermatozoides. O câncer de próstata ocorre quando as células da próstata começam a se multiplicar de maneira descontrolada. Se não for diagnosticado e tratado precocemente, pode se espalhar para outros órgãos, como os ossos.


Fatores de risco para o câncer de próstata


Vários fatores de risco estão associados ao desenvolvimento do câncer de próstata. É importante ressaltar que a presença de um ou mais desses fatores não significa necessariamente que um homem desenvolverá câncer de próstata, mas aumenta a probabilidade. Os principais fatores de risco incluem:


Idade: O risco de câncer de próstata aumenta com a idade. A maioria dos casos ocorre em homens com mais de 50 anos, sendo mais comum em idades mais avançadas.


Histórico familiar: Ter parentes de primeiro grau (pai, irmão) com câncer de próstata aumenta o risco da doença. Se houver casos na família, é importante informar o médico para avaliação de risco.


Raça/etnia: Homens negros têm um risco maior de desenvolver câncer de próstata, sendo também mais provável que a doença seja agressiva e diagnosticada em estágios avançados. Cerca de 60% dos casos de câncer de próstata ocorrem em homens negros, e a maior parte dos diagnósticos é tardia – o que dificulta o tratamento e chances de cura.


Obesidade: Estudos sugerem que a obesidade está associada a um risco aumentado de câncer de próstata, especialmente os tumores mais agressivos.


Dieta e estilo de vida: Uma dieta rica em gordura animal e pobre em frutas, vegetais e fibras pode estar relacionada ao aumento do risco de câncer de próstata. Além disso, a falta de atividade física e o tabagismo também podem ser fatores de risco.


Exposição a agentes químicos: Certas ocupações que envolvem exposição a substâncias químicas, como cádmio, podem aumentar o risco de câncer de próstata.


Detecção precoce e diagnóstico


A detecção precoce é fundamental para aumentar as chances de cura do câncer de próstata, pois o percentual de chance de cura, se descoberto no início, é de 90%. Dois exames são fundamentais nesse processo:


Exame de toque retal: O exame de toque retal permite que o médico avalie o tamanho, forma e textura da próstata, identificando possíveis alterações. Pode ser desconfortável, mas é um procedimento rápido e fundamental na detecção precoce.


Dosagem do PSA (Antígeno Prostático Específico): O PSA é uma proteína produzida pela próstata, e níveis elevados no sangue podem indicar a presença de câncer. No entanto, outros problemas de saúde também podem elevar os níveis de PSA, tornando este exame menos específico.


Em caso de alterações nos resultados desses exames, o médico pode solicitar uma biópsia da próstata para confirmar o diagnóstico. A biópsia envolve a retirada de pequenas amostras de tecido da próstata para análise em laboratório.


Prevenção do câncer de próstata


Embora alguns fatores de risco, como a idade e a predisposição genética, não possam ser modificados, existem medidas preventivas que os homens podem adotar para reduzir o risco de câncer de próstata:


Alimentação saudável: Uma dieta rica em frutas, vegetais, fibras e pobre em gordura animal pode contribuir para a prevenção do câncer de próstata.


Atividade física: A prática regular de atividade física ajuda a manter um peso saudável e pode reduzir o risco de câncer de próstata.


Evitar o tabagismo e o consumo excessivo de álcool: O tabagismo e o consumo excessivo de álcool estão associados a um maior risco de câncer de próstata.


Consultas médicas regulares: Realizar check-ups médicos regulares, especialmente a partir dos 50 anos (ou antes, em casos de fatores de risco), pode contribuir para a detecção precoce da doença.


A campanha Novembro Azul é uma oportunidade para destacar a importância de cuidar da saúde masculina e promover o diagnóstico precoce. Os principais fatores de risco, como idade, histórico familiar, raça, obesidade, dieta e exposição a agentes químicos, devem ser levados em consideração, e os homens devem adotar um estilo de vida saudável, realizar exames de rotina e estar atentos a qualquer sinal de alerta. Para auxiliar nessa jornada de cuidado, te convidamos a agendar uma consulta na Cliniprev, uma clínica que conta com profissionais capacitados para atender da melhor forma. Com a conscientização e a atenção adequadas, é possível reduzir o impacto do câncer de próstata na vida dos homens e melhorar suas chances de cura.


Cuide da sua saúde, agende uma consulta na Cliniprev e faça parte dessa luta pela prevenção e bem-estar.



Comments


bottom of page