top of page
  • Foto do escritorCliniprev

Por que saúde mental é um tema tão importante?

Se você chegou até esse post, é muito provável que esteja interessado em saber o que significa o termo “saúde mental” e porque ele está sendo tão debatido ultimamente. Aproveitamos o mês de setembro para falar sobre o Setembro Amarelo, saúde mental e prevenção. Quer saber mais? Continue a leitura!


Fita amarela em símbolo ao Setembro Amarelo.

Conforme a definição da OMS (Organização Mundial da Saúde), saúde mental é“um estado de bem-estar em que o indivíduo percebe suas próprias habilidades, pode lidar com as tensões normais da vida, pode trabalhar de forma produtiva e frutífera e é capaz dar uma contribuição para sua comunidade”. Ou seja, o cuidado com a saúde da sua mente também é muito importante, e é por isso que surgiram campanhas em prol desse tema.


Um mês dedicado ao cuidado


O mês de setembro é conhecido pela campanha de Setembro Amarelo desde 2014. Na data, a Associação Brasileira de Psiquiatria, em parceria com o Conselho Federal de Medicina, organizou a campanha que dura o mês todo, visando a prevenção ao suicídio e debate sobre saúde mental. Atualmente essa é a maior campanha anti estigma do mundo.

O fato é que ninguém gosta de ficar doente, porém, quando falamos sobre psicopatologias, os tabus envoltos nessas questões são muito maiores do que imaginamos. As pessoas não querem demonstrar essa aparente “fraqueza” e nem querem sequer dar margem para que a sociedade remeta qualquer sintoma à loucura, como muitos costumam fazer. E é justamente esse um dos maiores problemas quando falamos sobre o assunto.

A vergonha em pedir ajuda, os estigmas envoltos nesse tema, os discursos prontos... São diversas questões que, na maioria das vezes, atrasam ainda mais o tratamento.

Para vencer todos os pontos acima citados, nos unimos a essa campanha intensa para provar que sim, saúde mental exige cuidado, acolhimento e muito carinho por parte das pessoas que estão do nosso lado, e não há nada de errado em pedir apoio.

Listamos alguns itens fundamentais para a preservação do seu bem-estar e manutenção da qualidade de vida, seja ela física ou mental.

Pequenos cuidados mudam a rotina


Acompanhamento psicológico é imprescindível, se você sente que o sofrimento está durando mais tempo que o esperado, se alguma situação foi marcante demais em sua vida, ou se você sente que a tristeza ocupa grande parte do seu tempo, esse é o momento de procurar ajuda. O psicólogo será a pessoa responsável por orientar você, acolher suas dores e oferecer o direcionamento correto a respeito das psicopatologias. Esse é o nosso primeiro conselho, se sentir que precisa de apoio, procure ajuda médica.

Os exercícios físicos podem ser importantes aliados nessa caminhada em busca de saúde mental, a serotonina tem papel importante na manutenção do seu humor, além de provocar diversos estímulos. Quando você pratica exercícios você se sente mais disposto, mais saudável e mais condicionado fisicamente.

Uma alimentação saudável também pode fazer a diferença nessa rotina, optar por alimentos frescos, pouco processados e com nutrientes que promovam a sensação de bem-estar, podem estimular os neurônios e gerar a tão conhecida “sensação de saciedade” que oferece sinais de prazer ao restante do seu corpo. Além disso, evitar qualquer tipo de vício ajuda a manter a sua mente sã e o seu corpo 100% também.

A rede de apoio será sua melhor amiga


Os conselhos não param por aí, sabemos que acompanhamento médico, alimentação saudável e a prática de exercícios físicos podem contribuir com a saúde da sua mente, além disso, ressaltamos que uma boa rede de apoio, composta por familiares e amigos podem contribuir para que você se sinta acolhido e apto para pedir ajuda, caso precise.

Mas lembramos, caso você sinta que essa é uma situação imediata, não pense duas vezes, o CVV (Centro de Valorização da Vida) oferece ajuda 24h através do telefone 188 ou pelo chat do site, basta entrar em contato e você poderá falar com pessoas treinadas, prontas para ajudar você, independente da situação.

A Cliniprev é parceira da campanha Setembro Amarelo e não mede esforços pela sua saúde. Se você precisa de orientação psicológica ou psiquiátrica, basta encontrar a unidade mais próxima de você e agendar o seu atendimento via teleconsulta ou presencialmente.

Se há vida, há jeito. O cuidado e o acolhimento serão sempre a melhor saída.


Comments


bottom of page